Desejo do dia

14maio09

Fim das reformas


Em obras

Minha casa está em reforma. Poucas frases ditas por alguém podem condensar tanta agonia quanto essa. Basta ouvi-la para nos vir à mente lembranças de barulhos de todo tipo, gastos, preocupação com a entrega do material de construção, que nunca chega na data combinada, e, claro, as conversas desagradáveis com pedreiros. Pra mim, apesar de terríveis, essas coisas não chegam perto da tristeza de ver sua casa descaracterizada, ainda que por um tempo.

A reforma daqui é basicamente a troca do piso da sala. A cerâmica antiga, cuja pintura era uma imitação péssima de tacos de madeira, foi mal colocada nos idos dos anos 1990 e assim foi ficando. Alguns dos tabletes estavam desnivelados, outros se soltando, o que causava contratempos como tropeços e a dificuldade de limpar as frestas entre eles.

Apesar dos aborrecimentos, o conserto era sempre postergado_ havia uma ou outra necessidade de compra ou de serviço mais urgente. Até que semana passada, conseguindo reunir dinheiro, pedreiro e ocasião, minha mãe decidiu que a reforma começaria nessa segunda.

Forma e reforma

Resolvido isso, o próximo problema era onde colocar todas as coisas que estavam na sala_ TV, sofás, estante, computador, mesa etc. A solução mais viável era colocar tudo nos quartos, mais próximos do que o terraço.

No domingo à noite e na segunda, os quartos deixaram de ser lugar para dormir e estudar e se tornaram depósitos de tranqueiras. Os sofás e a TV foram enfiados no quarto do meu irmão, a mesa e o computador no meu, porque eu precisava dele para terminar a monografia. Outras coisas como DVD e o que estava na estante, no quarto da minha mãe e da minha irmã, e a estante, bom, essa foi pro lixo.

A reforma ainda não começou de fato. Talvez, o pedreiro venha na sexta. Esses foram apenas os preparativos. Por ora, a sala está com a aparência de um terreiro baldio: o chão de cimento nu, sem piso, e nenhuma marca de presença humana recente, nem mesmo os materiais de construção, que ainda não foram trazidos.

Agora, observando isso costumava chamar de quarto e o que antes era uma sala, me vem a ideia de que talvez para que alguma coisa ganhe forma, outras precisam perder a sua, mesmo que apenas por um período, que espero curto, porque eu detesto reformas.

Anúncios


No Responses Yet to “Desejo do dia”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: