Desejo do dia

11jun09

Continuar a ter acesso às bibliotecas da faculdade

Frenesi literário

Ontem, eu comprei o “Frenesi Polissilábico”, o novo livro do Nick Hornby, como meu presente de aniversário. Mentira. Esse é o quinto livro que comprei nas últimas duas semanas com a desculpa de que meu aniversário se aproxima, e ele é só no próximo mês.

Mais do que a incapacidade de conter os meus impulsos consumistas em livrarias e sebos, a aquisição semanal de livros tem um outro motivo. Minha formatura se aproxima e, com ela, a impossibilidade de que continue a usar as bibliotecas da universidade. Com o fim da graduação, ganho um diploma e perco a chance de ler livros que certamente não encontrarei em outros lugares. Hoje, a troca não me parece vantajosa.

Morando numa cidade pequena como Nova Lima, sem pais “estudados” e sem dinheiro para viajar, os livros foram minha principal forma de conhecer o mundo. Foi com eles que aprendi que alguns países tinham reis ao invés de presidentes, que mordomos são os primeiros suspeitos de assassinatos e que há povos que não comemoram o Natal.

Foi também a diversão que eles me davam que me levaram a gostar de ler, de escrever e, de forma indireta, a querer ser jornalista. Pensar que não poderei mais trazer os livros das bibliotecas da faculdade pra casa me dá a sensação de que estou sendo impedida de conhecer parte do mundo e isso não é nada bom, mas sei que tenho que terminar logo essa etapa da minha vida.

Não posso nem quero permanecer no curso de Comunicação pra sempre e, por isso, terei que aprender me desapegar, não só das bibliotecas, mas dos professores, do ambiente e das pessoas. É difícil e chato, mas comprar livros toda semana está ajudando a enfrentar a perda. Nenhuma outra terapia poderia ser tão prazerosa.

Anúncios


6 Responses to “Desejo do dia”

  1. 1 Renata Maria

    Que texto lindo, Dê. Para mais um pouco sobre isso, dá uma olhada nessa lindeza que li dia desses.http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI74307-15230,00.html

  2. 2 Desiree

    Ô, Rê, obrigada! Que amor o texto da Eliane! É exatamente isso: os livros me deram todas as possibilidades do mundo. Obrigada pela indicação. Tenho uma certa preguiça da Época ( fotos demais e pouco texto), mas acho que passarei a ler a coluna dela. Abração

  3. 3 Anice Lima

    Oi Desiree, te empresto minha carteirinha por 2 anos…beijos

  4. 4 Desiree

    Ô, Anice, que legal. Obrigada. Eu vou aceitar, sim. Tem duas matérias no semestre que vem que quero muito fazer: uma do Zé sobre o Descartes e outra sobre Wittgenstein, com o Mauro Engelmann. Vou fazer se consigo fazer como ouvinte. Obrigada mesmoAbração

  5. 5 Anice Lima

    Ai, eu tb quero fazer a do Zé, se tiver dinheiro pra ir pra faculdade eu vou fazer…beijos

  6. 6 Greggio

    Olá, li seu texto. Sei bem como se sente. Um sonho pensar num "passe livre" nas bibliotecas para ex-alunos, né?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: