Impressões do mundo

24jun09

Do autoengano

Num livro sobre metodologia filosófica, encontro, na seção sobre explicação de textos, uma inspiração para livros de autoajuda.

A aposta em suas capacidades: Ela é o reverso da precedente [aposta sobre a existência de sentido no texto]. Parta do princípio de que todos os obstáculos podem ser superados considerando mais atentamente o texto [ no livro de autojuda, aqui se leria “problema”]. Jamais devemos incriminar de antemão nossas insuficiências, dizendo-nos que jamais chegaremos lá.

Não se trata de um simples exercício de autopersuasão, digno do método Coué , mas de uma consequencia lógica da atitude adotada. Se formos à luta, ganharemos. A experiência o demonstra sem cessar.

Evidentemente pode ocorrer que a coisa não ande da maneira que gostaríamos. Então, é preciso assumir, mas não de qualquer jeito. Se tivermos de nos render, é melhor fazê-lo com honestidade, invocando nossa fraqueza e correndo o risco de uma hipótese incerta, mas confessando-a como tal.

Anúncios


No Responses Yet to “Impressões do mundo”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: