Impressões do mundo

29ago09

Perdas e ganhos

Quando era mais nova, tinha o hábito de fazer uma análise do dia antes de dormir, uma comparação entre o que houve de positivo e de negativo nas últimas 24 horas. Como isso me deixava muito agitada e atrapalhava meu sono, aos poucos eu fui abandonando o costume.

Agora, um pouco mais velha, resolvi retomá-lo. Ainda não sei o que provocou o retorno deste desejo de tratar meus dias como um balanço contábil, mas desconfio que seja a ânsia de descobrir algo seguro e rentável, sob todos os aspectos, para decidir onde devo investir minha energia, além de balizar minhas expectativas sobre ganhos futuros e calcular os riscos que me disporei a correr.

Hoje foi um dia em que tive lições tão importantes e nas quais eu vejo tanto potencial de retorno que decidi que este era o momento de iniciá-lo. Apenas a primeira DRD (Demostração de Resultado do Dia), que segue abaixo, será publicada. As demais serão feitas a partir da metodologia tradicional, na cama antes de dormir, e serão para uso restrito.

Perdas

Qualidade das relações pessoais: amizades estão sendo sacrificadas por causa da falta de tempo e de energia para negociação.

Tempo: o trabalho e projetos paralelos estão consumindo o tempo que achei que teria livre com o fim da graduação.

Qualidade de vida: não consigo dormir sem passar pelo menos meia hora pensando no trabalho. Às vezes, acordo no meio da noite para anotar alguma sugestão de pauta, de projeto ou contato que tenho que fazer no dia seguinte.

Ganhos

Cara de pau: estou perdendo o pudor e parte da cerimônia. Descobri que certas convenções sociais atrapalham meu trabalho e minha vida e, nietzscheneanamente, resolvi mandar algumas crenças antigas às favas.

Os incomodados que se retirem: ouvi de uma colega de trabalho que conheci hoje: “Nossa, já estou enjoando da sua voz. Você fala muito ao telefone”. (Sim, querida. Se chama jornalismo. Você não sabe as coisas e passa o dia perguntando para quem sabe. É tosco, mas funciona é assim mesmo. Mas eu te perdôo, tá?! Na cozinha onde estudou talvez não tenham te dado esta lição.) Decidi que vou falar ainda mais, ligar para todas as fontes e gritar o máximo que puder. Se incomodar, ela já sabe a saída.

Contatos x dedicação e vontade: há gente que acha que os contatos que têm irão resolver tudo, que ser amigo do amigo do Cicrano irá resolver seus problemas como que por um passe de mágica.

Ok, concordo que contatos são importantes, mas nada substitui dedicação, esforço e vontade de fazer acontecer. Tive a prova cabal disso hoje. Portanto, turma apegada ao “caderninho preto”, levante a bunda da merda da cadeira e vá trabalhar!

Saldo

Muito positivo. Momento propício para arriscar aplicações mais ousadas.
Anúncios


One Response to “Impressões do mundo”

  1. 1 Ícaro Hupsel

    Concerteza dessa vez você dormiu menos agitada. A vida vira uma questão de administração da energia e toda economia se converge numa economia do tempo (não, isso não foi dito por mim, gostaria que fosse). Concordo que devemos agir na base da competência, esta é a maneira mais interessante de fazer contatos, ou de qualificá-los.Abs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: